carta
  • hpb Hospital de Praia Brava
  • cmm Centro Médico de Mambucaba
  • amir Ambulatório Médico de Itaorna
  • cmri Centro Médico das Radiações Ionizantes
  • cira Centro de Informações sobre Radioepidemiologia
  • cmpm Centro Médico do Parque Mambucaba
example Banner

Notícias

voltar a notícias

Integração das ações de resposta da área de saúde aos acidentes radionucleares foi defendida durante treinamento realizado pela Feam

15 de Agosto de 2012/CMRI

A integração de todos os atores presentes no Plano Nacional de Resposta da Área de Saúde  aos Acidentes Radionucleares, essa foi uma das conclusões expostas durante o Retreinamento Anual dos profissionais da área médica da Feam, que participam dessa resposta.

Instituições como a AIEA, CBMERJ, CEMO/INCA, CNEN, HCAMP Aeronáutica, INCA, IRD, Ministério da Saúde, OMS, SES/Suleide (de Goiânia), Eletronuclear, Sipron e OPAS também estiveram presentes no treinamento que aconteceu entre os dias 2 e 4 de dezembro do ano passado em Praia Brava. A idéia da integração do sistema de resposta foi defendida por Pablo Gimenez, da Organização Pan-Americana da Saúde. Vindo diretamente de Washington, Gimenez destacou também a importância do retreinamento promovido pela Feam para essa integração. “É de extrema importância para o Brasil a reunião de órgãos tão representativos nacionalmente, única e exclusivamente para discutir as ações de resposta aos acidentes radionucleares. Este é um tema de destaque não só para o país, mas também para todo o mundo médico científico que está sempre atento às novidades do setor”, destacou Gimenez.

Ainda de acordo com ele, este é um momento estratégico para OPAS, já que questões globais importantes estão sendo discutidas e ele não poderia, a princípio, ter participado do treinamento. No entanto, entendendo a relevância do curso da Feam, sua chefia achou por bem liberá-lo para que ele viesse ao encontro.

José Mauro dos Santos, coordenador do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (Sipron), foi outro que defendeu a importância do retreinamento. “O fato de o evento está em sua vigésima primeira edição demonstra bem isso. Vim diretamente de Brasília para o curso, porque sabemos do papel fundamental que a Feam desempenha no Plano de Emergência da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto. A ações desencadeadas pela Fundação no CMRI durante o plano são relevantes e estão entre as mais bem pontuadas de todo o exercício”, declarou. No retreinamento José Mauro falou sobre o papel do Sipron na coordenação e planejamento da resposta a emergências nucleares.    

Também palestraram no curso a representante do Ministério da Saúde, Carla Ribeiro, que falou da visão do ministério a respeito da resposta nacional aos acidentes radionucleares; e o diretor do Centro de Transplantes de Medula Óssea do INCA, Luís Fernando Bouzas, que abordou a experiência do centro com o manejo de pacientes com Síndrome Aguda da Radiação.  

Acidente de Fukushima também permeou as discussões durante o retreinamento

As lições apreendidas pela comunidade nuclear internacional depois do desastre que aconteceu no Japão foi o tema abordado pelo engenheiro nuclear Leonan dos Santos Guimarães, que é assessor da presidência da Eletronuclear. O impacto causado pelo acidente e as mudanças nos protocolos de segurança em todo o mundo foi relatado por ele. O assunto também foi exposto pelo Dr. Nelson Valverde, médico colaborador da Agência Internacional de Energia Atômica, que em sua abordagem falou sobre os principais acidentes envolvendo radiação no mundo, entre eles, o mais recente, em Fukushima. Dr. Nelson também fez questão de frisar o papel significativo para o Brasil do encontro promovido pela Feam. “Formalizar um sistema de resposta médica com todas as instituições que podem e devem participar do processo é indispensável e é isso o que a Feam vem fazendo com esse treinamento”.

Durante o retreinamento um exercício simulado no Centro de Medicina das Radiações Ionizantes (CMRI) foi realizado com todos os participantes. Ações de colocação e retirada das vestimentas e o passo a passo do atendimento a uma vítima fictícia de radiação foram treinados no simulado. O Retreinamento Anual das Ações de Resposta da Área de Saúde aos Acidentes Radionucleares da Feam acontece todos os anos. 

Notícias mais lidasnotícias mais lidas


21 de Julho de 2017/HPB

No dia 31 de maio, aconteceu a cerimônia de posse do novo Diretor Técnico da Feam, Dr. Adilson Bernardo. Na Ocasião, estiveram p...


Emergência Referenciada 25 de Julho de 2017/HPB

Marcação de Consultas Marcação de Consultas Fale Conosco Fale Conosco