carta
  • hpb Hospital de Praia Brava
  • cmm Centro Médico de Mambucaba
  • amir Ambulatório Médico de Itaorna
  • cmri Centro Médico das Radiações Ionizantes
  • cira Centro de Informações sobre Radioepidemiologia
  • cmpm Centro Médico do Parque Mambucaba
example Banner

Notícias

voltar a notícias

Encontro na Fiocruz discute a criação de cursos voltados para o atendimento a radioacidentados

15 de Agosto de 2012/CMRI

A Diretora-superintendente da FEAM, Dra. Teresa Leite, participou, no último mês de junho, de uma mesa-redonda no salão Internacional da escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, realizada pelo Instituto de Engenharia Nuclear da CNEN em parceria com o Instituto de Engenharia Nuclear (IEN). Entre os objetivos da mesa, o principal era debater com os profissionais ligados à atividade nuclear os seus desdobramentos para a saúde e formular propostas para a criação de um curso de formação em atendimento a radioacidentados para profissionais da área médica. Durante o encontro, que contou com a participação de representantes de diversas instituições ligadas ao setor nuclear, Dra. Teresa teve a possibilidade de expor todas as ações nesse sentido, desenvolvidas pela FEAM já há muitos anos. Tanto que a Fundação, hoje, disponibiliza um grupo de 150 médicos, técnicos de enfermagem, bioquímicos e técnicos de laboratório já treinados para o atendimento a uma emergência que inclua radiação ionizante. Segundo Dra. Teresa Leite, o treinamento dos profissionais da FEAM atende às necessidades da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto que necessita ter o aparato de profissionais de saúde preparados e a postos para o caso de um acidente nas usinas em local controlado. “Mas sabemos que os principais acidentes com radiação não acontecem em usinas nucleares, e os profissionais de saúde em sua maioria não estão preparados para atender as vítimas desses acidentes”, informou a médica, lembrando que esta é a principal preocupação das entidades que participaram da mesa-redonda.

Resultados 

A discussão na Fiocruz foi a primeira de outras que vão acontecer com o mesmo grupo de especialistas que neste momento estão elaborando um documento que norteará a criação de um curso à distância para todos os profissionais de saúde interessados. A outra proposta surgida no encontro, e que também está sendo elaborada, é a criação de um curso de mestrado para formalizar o conhecimento de quem já está treinado na área de atendimento a radioacidentados. Um novo encontro na sede do IEN, que fica no campus da UFRJ, deverá acontecer ainda este ano para dar prosseguimento às discussões. 

Notícias mais lidasnotícias mais lidas


21 de Julho de 2017/HPB

No dia 31 de maio, aconteceu a cerimônia de posse do novo Diretor Técnico da Feam, Dr. Adilson Bernardo. Na Ocasião, estiveram p...


Emergência Referenciada 25 de Julho de 2017/HPB

Marcação de Consultas Marcação de Consultas Fale Conosco Fale Conosco