carta
  • hpb Hospital de Praia Brava
  • cmm Centro Médico de Mambucaba
  • amir Ambulatório Médico de Itaorna
  • cmri Centro Médico das Radiações Ionizantes
example Banner

Notícias

voltar a notícias

Covid-19: Profissionais da Feam estão sendo imunizados na primeira etapa de vacinação

25 de Janeiro de 2021/HPB

A equipe da Fundação Eletronuclear de Assistência Médica (Feam) que trabalha diretamente na luta contra o coronavírus na região da Costa Verde fluminense está sendo imunizada com a primeira dose da vacina CoronaVac, vinda do Instituto Butantã. Ao todo, são 200 profissionais da linha de frente, incluindo equipes médicas e de enfermagem das urgências e emergências e profissionais vinculados às unidades de terapia intensiva e enfermarias de covid-19.

 

Desde o início da pandemia, a entidade teve 83 funcionários afastados por conta da covid-19, e 11 deles necessitaram de internação. A exposição à doença aumentou justamente nessas últimas seis semanas, durante a segunda onda do coronavírus. Isso provocou um crescimento na demanda por leitos e pelo atendimento de terapia intensiva. Os 15 leitos destinados ao atendimento dos pacientes com covid-19 ficaram ocupados em vários momentos no período.

 

Ao longo de dez meses de pandemia, nenhum profissional de saúde da Feam faleceu por conta da doença, mas a enfermidade atacou severamente alguns deles. O caso mais grave foi o do ginecologista Lenine Sérgio Moura, que ficou oito dias intubado e 15 dias em tratamento intensivo. “Esse período foi de muito sofrimento para minha família e meus amigos, porque a recuperação foi muito lenta”, lembra o médico.

 

A chefe de enfermagem da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Praia Brava, Mariana Farias, conta que coordenar uma equipe nessas condições adversas foi um desafio único. “Lidamos com profissionais em momentos de medo, insegurança e incertezas. Muitas das vezes, tivemos que passar por cima dos nossos sentimentos para encorajá-los a seguir em frente, pelo bem dos nossos pacientes”, revela.

 

Ela alerta que a vacina é um alento para todos, mas o processo de imunização está apenas começando. Por isso, a população não pode relaxar com a prevenção. “A vacina traz a esperança do controle da pandemia. Porém, não podemos nos descuidar nesse momento tão decisivo e importante. As medidas preventivas devem continuar”, reforça.

 

Indígenas também estão sendo vacinados

 

Parte das 2.329 doses da vacina que chegou do Instituto Butantã a Angra dos Reis está sendo destinada à população indígena da região. Seguindo o Plano Nacional de Vacinação, o município disponibilizou 196 doses para os índios com mais de 18 anos que vivem no município.

 

O primeiro a ser vacinado foi o cacique Aldo Fernandes, de 59 anos, da Aldeia Sapukai, no Bracuí. O professor Algemiro Karai Mirim foi outro integrante da aldeia contemplado com a vacina. Os dois tiveram complicações com a covid-19 e precisaram ficar internados por semanas.

 

Além dos índígenas e dos profissionais de saúde – que estão sendo vacinados no Centro de Angra –, os idosos com mais de 60 anos e as pessoas com deficiência que estão em instituições de longa permanência são outros grupos que terão prioridade nessa primeira etapa de vacinação.

 

Notícias mais lidasnotícias mais lidas


Retomada das visitas no Hospital de Praia Brava 20 de Setembro de 2021/HPB

Está liberada, de forma parcial, a visitação aos pacientes internados no Hospital de Praia Brava (HPB). A programaç&atil...


27/09: Dia Nacional da Doação de Órgãos 27 de Setembro de 2021/HPB

Pensar no próximo quando se perde um ente querido é um ato de amor. A sensibilidade pela dor alheia num momento tão delicado &e...


Outubro Rosa: 30 consultas gratuitas para as mulheres 07 de Outubro de 2021/HPB

Neste mês dedicado à saúde da mulher, em especial à prevenção ao câncer de mama, a Feam disponibiliza...

Marcação de Consultas Marcação de Consultas Fale Conosco Fale Conosco