carta
  • hpb Hospital de Praia Brava
  • cmm Centro Médico de Mambucaba
  • amir Ambulatório Médico de Itaorna
  • cmri Centro Médico das Radiações Ionizantes
  • cira Centro de Informações sobre Radioepidemiologia
  • cmpm Centro Médico do Parque Mambucaba
example Banner

Notícias

voltar a notícias

Ministério da Educação visita o HPB

01 de Abril de 2014/HPB

O Hospital de Praia Brava recebeu na última semana um comitê do Ministério da Educação que esteve em Angra para analisar a estrutura da rede pública de saúde de Angra, uma vez que o município é candidato a receber uma faculdade de medicina. O HPB, que é administrado pela Fundação Eletronuclear de Assistência Médica, poderá ser uma das estruturas utilizadas para receber alunos de residência, caso a faculdade venha mesmo para a cidade. O secretário de Saúde de Angra, Carlos Vasconcellos também participou da visita. No Hospital de Praia Brava a equipe do MEC percorreu os principais setores, entre eles a Unidade de Terapia Intensiva. A gerente do hospital, a médica Maria Paula, foi quem apresentou a unidade aos representantes do ministério.

Além do HPB, também foram visitadas as unidades de saúde do Encruzo da Enseada, Parque Mambucaba; CEM da Japuíba, Santa Casa, Caps Infantil, Policlínica da Cidade, CEM do Centro, e uma Unidade de Estratégia de Saúde da Família, no Morro da Glória.

Foram 154 municípios inscritos para serem habilitados a receber uma escola médica. O MEC selecionou apenas 49, para passar pelo processo de credenciamento. Essa fase corresponde à análise das estruturas do serviço de saúde que possam comportar uma escola médica.

— Existem vários locais em Angra que permitiriam a entrada e a vinda de alunos para desenvolverem o aprendizado na rede pública. Após avaliarmos as condições das unidades, vamos emitir um relatório técnico para o MEC, que concederá a permissão de abrir seleção para faculdades de medicina particulares — explicou Alzira de Oliveira Jorge, membro do Comitê do MEC.

Ela conta que, além da proposta da escola medica, está a ideia de abrir vagas de residência médica nas especialidades mais prioritárias, como nas áreas clínicas, cirúrgicas, pediatria, ginecologia e saúde da família.

O secretário de Saúde está muito otimista quanto à aprovação do MEC.

— Além de sermos selecionados dentre mais de 150 municípios, temos estrutura física. No hospital da Japuíba, por exemplo, temos condição de transmitir uma cirurgia ao vivo para o auditório. A maioria das unidades tem sala de reunião ou espaço adequado para receber os estudantes em formação profissional, sem atrapalhar a logística dos atendimentos aos usuários. O Hospital de Praia Brava, que tem a qualidade de seu atendimento reconhecida, também poderá ser um trunfo para que Angra consiga a licença do MEC para instalar a sua faculdade de medicina — afirmou o secretário.

Notícias mais lidasnotícias mais lidas


21 de Julho de 2017/HPB

No dia 31 de maio, aconteceu a cerimônia de posse do novo Diretor Técnico da Feam, Dr. Adilson Bernardo. Na Ocasião, estiveram p...


Emergência Referenciada 25 de Julho de 2017/HPB

Marcação de Consultas Marcação de Consultas Fale Conosco Fale Conosco