carta
  • hpb Hospital de Praia Brava
  • cmm Centro Médico de Mambucaba
  • amir Ambulatório Médico de Itaorna
  • cmri Centro Médico das Radiações Ionizantes
  • cira Centro de Informações sobre Radioepidemiologia
  • cmpm Centro Médico do Parque Mambucaba
example Banner

Notícias

voltar a notícias

Ministério da Saúde convida e Feam treinará as equipes de emergência das sedes da Copa do Mundo em atendimento a possíveis vítimas de radiação

17 de Março de 2014/HPB

A equipe da Fundação Eletronuclear de Assistência Médica estará no próximo dia 20 em Brasília, treinando os profissionais médicos da capital federal, responsáveis para dar resposta a situações de emergência durante a Copa do Mundo, em atendimento à radioacidentados. O convite para a Feam assumir esse treinamento partiu do Ministério da Saúde, que considera a equipe da fundação uma das mais bem preparadas do país quando o assunto é atendimento a emergências radiológicas.

E não serão apenas os profissionais de saúde de Brasília que serão treinados pela Feam, mais também, todas as equipes responsáveis pelas emergências em saúde das 12 capitais onde acontecerão os jogos da Copa. O treinamento ministrado pela Fundação Eletronuclear já passou por Porto Alegre e Manaus e, nas próximas semanas, acontece em Curitiba, Cuiabá, São Paulo, Natal, Fortaleza, Rio de Janeiro, Recife e Salvador.

A aproximação entre a Feam e o Ministério da Saúde iniciou à aproximadamente quatro anos, e se deu naturalmente, uma vez que a fundação é uma referência na capacitação de profissionais na resposta a acidentes envolvendo radiações ionizantes, reconhecida pela Organização Mundial da Saúde desde 2009.

E, no ano passado, ela capacitou 40 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e bioquímicos das 12 capitais envolvidas na Copa de 2014, oriundos da Forca Nacional do SUS e do SAMU. Profissionais, que são gestores em suas áreas e multiplicadores do conhecimento adquirido durante uma semana de treinamento em Praia Brava. Foi a partir desse curso que o ministério decidiu que os profissionais da Feam, patrocinados por ele, deveria se deslocar às capitais onde acontecerão os jogos do mundial e treinar todos os profissionais de saúde que estarão envolvidos no atendimento de emergência durante a realização dos jogos.

Segundo a Diretora-superintendente da Feam, Dra. Teresa Leite, que estará em Brasília esta semana, ministrando o treinamento para a equipe da capital federal, o convite do Ministério da Saúde demonstra a importância cada vez mais relevante da fundação quando o assunto é o atendimento a radioacidentados. “As equipes de médicos, enfermeiros, técnicos, radiologistas, laboratoristas e técnicos da Feam, passam constantemente por treinamentos nacionais e internacionais de atendimento a possíveis vítimas de radiação, e poder dividir este know how com equipes de saúde de todo o país que vão trabalhar em um megaevento como é a Copa do Mundo, nos deixa a todos que fazemos parte da equipe da Fundação, muito satisfeitos”, concluiu.