carta
  • hpb Hospital de Praia Brava
  • cmm Centro Médico de Mambucaba
  • amir Ambulatório Médico de Itaorna
  • cmri Centro Médico das Radiações Ionizantes
  • cira Centro de Informações sobre Radioepidemiologia
  • cmpm Centro Médico do Parque Mambucaba
example Banner

Notícias

voltar a notícias

FEAM realiza Campanha de Trânsito durante o Carnaval

21 de Fevereiro de 2013/FEAM

A Fundação Eletronuclear de Assistência Médica realizou durante o Carnaval mais uma etapa da sua Campanha de Prevenção de Acidentes de Trânsito, que este ano, completou 10 anos. O ato de lançamento da campanha aconteceu no posto da Polícia Rodoviária Federal de Jacuecanga, onde os primeiros mil quites da etapa do Carnaval foram entregues aos motoristas que estavam chegando à cidade. Mais uma vez a FEAM contou com o apoio da Pastoral da Juventude, que literalmente vestiu a camisa da Campanha e ajudou na distribuição dos kits aos motoristas.

Ao todos 10 mil adesivos, sacolas para console de automóvel e filipetas com as estatísticas dos acidentes na Rio Santos, no trecho que vai de Santa Cruz à divisa de Paraty com Ubatuba, foram distribuídos em cerca de 12 pontos por toda a rodovia e ainda nos Centros de Informações Turísticas de Paraty e nas paradas de ônibus de Lídice.

Segundo a Diretora-superintendente da FEAM, Dra. Teresa Leite, a Campanha é uma ferramenta importante para informar os motoristas sobre os perigos de trafegar na Rio-Santos e contribuir para a diminuição dos números de acidentes, feridos e mortos, que todos os anos chamam a atenção pela quantidade. “Há 10 anos realizamos de forma sistemática, no Ano Novo, Carnaval e Semana Santa, essa campanha, porque sabemos da necessidade de explicitar aos motoristas esses números. Nosso objetivo é sensibilizar para o auto índice de violência no trânsito, ao qual, todos nós que trafegamos por essa rodovia, estamos expostos”, explicou a diretora.

O Inspetor, Jorge Antunes, da Polícia Rodoviária Federal, foi outro que falou sobre a Campanha que, segundo ele, só tem pontos positivos. “A divulgação dos números de acidentes, feridos e mortos, feita através desta ação é muito importante. Ao tomar ciência desta estatística o motorista, nem que seja por alguns momentos, para e pensa na responsabilidade que ele tem com a vida dele, a de seus familiares e com a dos outros que estão trafegando pela estrada, algo que é extremamente positivo”, concluiu.